Monica Iozzi desabafa e diz que se arrepende de ter dado voz a Jair Bolsonaro no CQC: ‘baixo nível’

Monica Iozzi é uma das celebridades brasileiras que fala tudo o que pensa, além de atriz, ela é apresentadora e também humorista e ficou muito famosa quando integrou o elenco do CQC, logo depois apresentou por alguns meses o Vídeo Show e roubou a cena.

Até hoje os fãs dela falam sobre a época em que ela ficou à frente da apresentação do programa na Globo, seu bom humor fez ela conquistar uma base de fãs sólida.

Em entrevista, Monica não poupou Bolsonaro de críticas e disse que os Brasileiros precisam ter intolerância aos discursos de ódio do presidente do Brasil. No programa Conversa com Bial da última quarta-feira, 02 de setembro.

“Eu acho que a gente precisa começar a ter esse tipo de intolerância em relação ao discurso de ódio. Às vezes têm coisas que não podem ser toleradas”, disse Iozi.

Monica Iozzi desabafa e diz que se arrepende de ter dado voz a Bolsonaro na época do CQC | Revista Fórum

Bial chegou a relembrar das entrevistas que Monica fez com Bolsonaro no CQC, quando ele ainda era deputado e ela disse que se arrependeu de ter dado voz a o atual presidente. Iozzi era repórter do CQC, entre 2009 e 2013.

“Quem mais deu voz a Jair foi o CQC. A gente não pode se eximir dessa culpa e, sim, eu me arrependo de ter falado com ele tantas vezes”, disparou.

Confira o resto da crítica que ela fez a Jair Messias Bolsonaro:

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: Metrópoles 

Escrito por Joseph